NOSSA HISTÓRIA

 

"Eu tive um sonho e nele vi um jardim com muitas florzinhas. Mas o jardim estava todo rachado e as flores estavam murchas. Então, ouvi uma voz que disse: 'Esse jardim é seu. Cuide dele e não deixe que morra'". Depois que a dona de casa Célia Maria da Silva acordou, só tinha uma certeza: o jardim que viu no sonho era seu bairro – o Jardim Ipê, em Mauá –, e as flores representavam as crianças carentes que nele viviam.

 

Divorciada e com oito filhos para criar, Célia não fugiu do desafio. Em fevereiro de 1999, montou uma creche comunitária para cuidar das crianças que ficavam sozinhas durante o dia. Transformando a sala de sua casa em um espaço onde os pequenos poderiam brincar, se alimentar e estudar gratuitamente, Célia viu, já no primeiro dia, 25 crianças aparecerem no recém-inaugurado Recanto Infantil Tia Célia. Após aproximadamente 20 dias, o Recanto já contava com mais de 100 crianças dividindo o espaço apertado.

 

"Já não tinha mais lugar para abrigar tantas crianças. Então, minha cozinha também virou parte do Recanto", relembra. No começo, o sonho não foi bem visto pela família. "Meus filhos não aceitavam, as pessoas diziam que não ia dar certo. Mas não desisti", orgulha-se. Sem espaço para suportar a demanda crescente dentro de casa, ela comprou um pequeno terreno nos fundos da residência, mas não tinha dinheiro para levantar paredes de alvenaria. "Construí um barraco de madeira, e sempre que chovia era só goteira".

 

Foi então que algumas pessoas da região, sensibilizadas com o trabalho, procuraram Célia e ofereceram ajuda financeira. Com a mão de obra dos pais das crianças que frequentavam o Recanto, foi erguido um salão. As filhas de Célia, vendo que os resultados eram positivos, resolveram fazer parte do quadro de voluntários, que já contava com oito pessoas. "No começo, achava um absurdo o que minha mãe fazia. Mas depois percebi que era um projeto maravilhoso", conta Adriana Santana. Para participar do sonho da mãe, Adriana abandonou um emprego e agora se dedica totalmente às crianças do Recanto.

Ligue e Ajude:

(11) 4546-9704

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL

Atendemos em regime aberto 245 crianças e adolescentes – assim como suas famílias –, entre 3 e 15 anos completos, encaminhados pelas redes socioassistenciais (CRAS, CREAS, Conselho Tutelar e outros órgãos competentes) e por busca espontânea, realizando atendimento social sem nenhum tipo de discriminação racial, social, orientação sexual, gênero, religiosa ou política.



• Avaliação socioeconômica

• Visitas Domiciliares

• Atendimento Social

• Encaminhamento às redes socioassistenciais quando necessário.

• Reuniões Socioeducativa

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

EVENTOS NO RECANTO


• Bazares beneficentes (roupas e objetos decorativos)                                         

• Almoços beneficentes

© 2019 RECANTO DA TIA CÉLIA - "A melhor maneira de tornar as crianças boas, é torná-las felizes."

PARA FAZER SUA DOAÇÃO, LIGUE: (11) 4546-9704   /   R. Imbúia, 166 - Jardim Ipe, Mauá